Mas que barriga!!!!

mas que barriga (800x534)

Gestação de Filipe – 38 semanas

Meu corpo grávido reage de uma maneira bem peculiar no início das gestações: mesmo com pouquíssimas semanas, logo depois de comer, meu abdomen estufa e eu faço uma barriga de 4/5 meses.

Na primeira gestação eu ficava me desculpando com as pessoas que comentavam o tamanho da minha barriga. Explicava que eram gases, que quando a digestão se completava a barriga murchava, etc. Mas aquilo me fazia mal e eu me sentia errada por ter uma barriga maior que o padrão.

No último trimestre essa questão digestiva se resolveu, mas a essa altura eu já tinha de fato uma barriga ENORME! Meu quadril quase não alargou e me olhando de trás não se via muita barriga, mas de frente…

Mas dessa vez não vai ser assim. Não vou permitir que os comentários de outras pessoas diminuam a maravilhosa sensação de estar grávida.

Sim, minha barriga fica grande desde o começo e sim, eu amo me sentir barriguda, inflada, prenha, grávida! Amo sentir que meu corpo reage à presença de outro ser e não mais tentarei justificar meu estado como se nele houvesse algo de errado.

Não existe barriga que agrade. Se ela for pequena é porque você não come direito e o bebê não ganha peso. Se ela for grande é porque você não tem controle e come demais e aí não vai conseguir parir um bebê gigante e blá, blá, blá, blá…

A barriga não diz respeito somente ao tamanho do bebê, mas ao corpo daquela mulher, naquela gestação e se tem uma coisa que incomoda é aquele olhar com legenda: “você vai explodir” ou o comentário corriqueiro: “tem certeza de que é um só?”

Amemos as barrigas assim como amamos os bebês e deixemos as grávidas tranquilas com suas micro ou macro barrigas.

mas que barriga 2

Euzinha, com minha linda barrigona na versão boneca feita artesanalmente por Dani Fressato, do Ateliê Ideias e Retalhos

Gostou da boneca? Trabalho de uma mãe empreendedora super talentosa. Visite o blog dela em http://www.danifressato.com.br/ ou a página no Facebook https://www.facebook.com/ideiaseretalhos e prestigie. Fomentar o empreendedorismo materno é uma boa forma de incentivar mães a conciliarem vida profissional e materna de maneira saudável.

Anúncios

8 comentários sobre “Mas que barriga!!!!

  1. Obrigada querida pelo seu relato pessoal, disse tudo que eu gostaria de dizer! Estou na primeira gravidez com 26 semanas e uma barriga enorme. Glória a Deus pela sua ousadia que tanto contribui para mamães como eu!! Deus te abençoe.

    Curtir

    • Um abraço bem barrigudo então Jessica! E não se deixe abalar pelos comentários de que o bebê vai ficar muito grande e vc não será capaz de pari-lo. O povo gosta de aterrorizar gestante com essa possibilidade. Vc terá um bebê do tamanho certo!

      Curtir

  2. No meu caso, o que me incomodava era o fato de algumas pessoas acharem minha barriga pequena demais, e ainda completavam dizendo exatamente o que seu texto diz: que eu não estava comento o suficiente para o bebê engordar ou que meu bebê seria muito pequenino. Afff!!! Mesmo sabendo que muita gente comentava sem maldade e sem intenção de me deixar irritada eu morria com isso!!! Quando meu bebê nasceu ficaram me perguntando onde ele estava escondido pela minha barriga, Pq barriga pequena e bebê grande..
    E ainda tem quem diga: Ahh ele estava no seu quadril, Pq foi oq mais se destacou em você. Kkkkkkkkk . As grávidas escutam cada coisa viu!!!

    Curtir

  3. Primeiro queria me desculpar por até hoje não ter encontrado tempo pra comentar suas postagens, pois bem seu blog ficou maravilhoso, e pode ter certeza que irei acompanha-lo, adoro os assuntos que vc aborda. Quanto a barriga, sou do tipo de grávida desprovida de barriga….rsrsrs, sempre é mt relativo o tamanho da barriga, e confesso que morro de inveja dessas barrigudas, é um momento único, e a barriga expressa essa beleza da maternidade!!!!

    Curtir

  4. Minha gravidez foi planejada, por isso muito li, me informei, e uma dica boa que li em uma revista, foi justamente, como não acreditar nos mitos sobre gravidez, e nas crendices populares, como li logo no primeiro mês, não deixei que nenhuma conversa desse tipo me afetasse, além de esclarecer várias bobagens como essa de relacionar o tamanho do bebê com o tamanho da barriga, a minha barriga só apareceu aos sete meses, antes disso nem parecia que eu estava gravida, e quando saiu, espichou tanto que parecia que era gêmeos, Bia foi como Felipi grande,mais não gorda. Enfim cada qual com sua barriga, e saúde para mamães e filhotes. #abaixoascomparacoesepressoessoes

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s