1 ano de João e a maternidade dupla

Venho tentando escrever um texto comemorativo sobre o primeiro ano do João desde o fim de agosto. Já comecei vários e não consigo terminar nenhum. Hoje, pensando sobre esse bloqueio, cheguei à conclusão de que estou tentando descrever esse primeiro ano do João recortando só ele e suas conquistas e isso é impossível. Quando Filipe…

O trem da vida

Aqui em Minas, onde nasci e tenho o privilégio de passar esses dias, a palavra TREM não diz respeito apenas ao veículo que trafega sobre trilhos. Trem pode ser substantivo, artigo, advérbio, adjetivo… pode ser o que o falante quiser e, estando em Minas, seu emprego será sempre compreendido pelo ouvinte. Penso que a vida…

Oito meses de João

  Praticamente todas as pessoas com quem converso sobre os meninos me perguntam se João é tranquilo. Dizem que é o que sentem ao verem as fotos que publico dele. Esse oitavo mês pode ser definido como o mês da AUTENTICIDADE. Foi nesse mês que começamos a observar traços de comportamento bem característicos de João. A…

Um ano de blog – celebrando com profissionais!

Uma das maravilhas da internet é a capacidade de difusão de conhecimento que ela proporciona. Quando comecei a escrever, pensei em dividir um pouco do que eu estava aprendendo através de pesquisas pessoais e das experiências como mãe. A ideia era de que essa partilha pudesse ajudar outras mães e cuidadores a se relacionarem de…

Um ano de blog – celebrando com os avós!

Ainh, o que seria de mim se não fossem eles???? Nem toda gratidão do mundo é suficiente para expressar como me sinto abençoada por ter meus pais ao meu lado nessa caminhada. Já contei em Voternidade que essa rede de apoio não foi arquitetada com antecedência. Meus pais vieram de Minas para Salvador para esperar o nascimento de…

Um ano de blog – celebrando com as mamães!

  Ah, as mães. Na infância ouvia dizer que eram todas iguais, só mudavam de endereço… Cresci, me tornei mãe e posso afirmar: não, não somos todas iguais! Somos fruto de nossas vivências diversas enquanto filhas, dos nossos relacionamentos, do meio. Mas se tem coisa nesse mundo que nos conecta, isso eu garanto, são as angústias.…