É menino ou menina????

Acho que essa é a pergunta que toda grávida ouve quando sai de casa. Do balconista da farmácia ao cobrador do ônibus, todo mundo que enxerga a barriga pergunta: é menino ou menina?

Quando pensei em engravidar pela primeira vez, cogitei a ideia de não saber o sexo até o nascimento, mas não tinha certeza de que a levaria adiante.

Gravidez constatada conversei com o maridão pra saber o que ele achava. Curtiu mais do que eu! Acertamos não saber o sexo, mas deixei claro que, se me desse vontade ou se ficasse ansiosa, marcaria uma US e resolveria a questão. A proposta não era me torturar de ansiedade durante a gestação, mas curtir a espera de uma maneira tranquila.

E diferente do que todo mundo imagina, não houve ansiedade em relação a isso. Descobrimos tantas outras coisas com as quais nos ocuparmos como entender as formas de nascer, ouvir experiências de casais que haviam parido, dividir angústias com outros que gestavam, no preparar para a amamentação, entre outras coisas, que saber o sexo do bebê não era assim tão relevante.

Mas a reação das pessoas diante da resposta: – não sabemos, é um bebê surpresa” é sempre muito interessante. Espanto é o que define! Em seguida, as perguntas de sempre:

– Como você consegue? Eu morreria de ansiedade!

– Mas e o enxoval? Como faz pra comprar as coisas?

– Como decorou o quarto do bebê sem saber o sexo?

Eu me divirto, mas ao mesmo tempo me admiro também. Com relação à ansiedade já mencionei acima que não ficamos ansiosos. Há muito mais em que se pensar do que no sexo do bebê, mas essa é uma característica nossa. Não é uma regra a ser seguida.

Agora minha gente, como fazer enxoval e como decorar o quarto é só uma questão de abrir a mente! Num universo tão colorido é um crime reduzir as escolhas a azul e rosa!

E não, o enxoval não é todo branco. É alegre com várias tonalidades e nuances de azuis, laranjas, verdes, amarelos, lilazes e rosas, sim, rosas, em menor quantidade porque as roupinhas de bebê dessa cor contam com muitos frufrus. Além disso, não há necessidade de se comprar o enxoval completo do bebê até a formatura da educação infantil! Pode-se preparar o suficiente para os 3 primeiros meses e depois disso vai-se comprando.

A decoração do quarto também tem uma infinidade de possibilidades. O quarto de Filipe foi de corujinhas, bem alegre e colorido. O de agora não é um quarto só de bebê, mas o quarto das crianças e por isso foi pensado pra alegrar um bebê e um menino de 2 anos. Escolhemos o tema do céu e aí foi só deixar a imaginação fluir com arco-íris, nuvens, astros, helicóptero, avião, balões e tudo que Filipe gosta.

Quarto de corujas do Filipe

quarto coruja

cortina

DSC00747 DSC01561

Quarto das crianças – Céu

DSC04120 DSC04121 DSC04135 DSC04140

É possível fazer enxoval e decorar quarto fugindo do estigma de coisas de menino e coisas de menina. Basta lembrar que as mães de até 30 anos atrás dificilmente sabiam o sexo dos bebês e, nem por isso, deixavam de se preparar para chegada deles. É claro que o apelo comercial de três décadas atrás era muito menor. Hoje, a indústria e a mídia tentam nos convencer de que é impossível ter filhos sem um investimento monumental em roupas, decoração e outros artigos que, no final das contas, são completamente dispensáveis.

E como descobrimos o sexo?

Filipe nasceu em casa, num parto transformador pra nós. A emoção era tão grande, estávamos tão entorpecidos pela experiência do nascimento que nos esquecemos de olhar o sexo! É sério, levamos uns cinco minutos para nos lembrar desse “detalhe”. Foi quando o cordão umbilical parou de pulsar e foi cortado que, ao mexer nele pra desenrolá-lo da perna do bebê me lembrei de ver o que tinha no meio!

Foi uma das maiores emoções das nossas vidas. Nunca, mas nunca trocaríamos o que sentimos por uma tela de ultrassom com uma seta de mouse apontada. Tanto é que, ali tivemos certeza de que, se outros filhos viessem, seriam todos bebês Kinder Ovo.

Mas, mais uma vez, cada casal sabe o grau de ansiedade com que lida e não saber o sexo não nos torna mais “evoluídos” como ouço por aí. O que pretendo ao dividir essa experiência é trazer a reflexão de que as coisas não precisam ser como todo mundo faz. É possível ser feliz fazendo escolhas diferentes e desfrutando de outras emoções.

E o bebê 2? Ah, aposto que achou que o post era pra contar sobre ele, não foi? Hahahaha. Saberemos em breve…

Anúncios

2 comentários sobre “É menino ou menina????

  1. q lindeza amiga! estou aqui orando pedindo p/ q vc tenha uma boa hora e me deliciando c/ os seus posts! ah, as amigas do trab tbm tão na torcida e, claro, dando uma lidinha em um ou outro assunto q compartilho c/ elas = )

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s