Amamentar em público não é imoral!

No mês passado o prefeito de São Paulo sancionou uma lei que prevê multa de R$500,00 para quem constranger mães que amamentam em público. O projeto de lei surgiu após denúncias de mães que eram constrangidas em espaços públicos ou privados a amamentar em locais reservados ou a cobrir o seio durante a amamentação.

A inciativa deve ser comemorada, mas também servir de reflexão sobre o falso moralismo que impera em nossa sociedade. Um país que tolera propagandas de cerveja com mulheres semi-nuas sendo exibidas em TV aberta, que aplaude a globeleza todos os anos sambando nas nossas casas em frente aos nossos filhos com algumas pequenas tiras a cobrir seu corpo, que exalta a beleza da mulher brasileira desfilando praticamente nua nos sambódromos ainda se constrange com uma mãe que exibe seu peito para amamentar a cria.

“Mas o que custa tampar com um paninho?” ou “o que custa usar os fraldários?”, perguntam alguns com empatia. Vou te dizer o que custa.

Custa à essa mãe negar a livre demanda a seu filho no momento em que ele requisita o peito, ou existe um fraldário a cada 100 metros de um shopping center? Ou todos os espaços contam com lugares reservados para esse fim? Livre demanda é a maneira correta de alimentar um bebê oferecendo o peito SEMPRE que ele desejar e NO MOMENTO em que ele o requisitar. Praticar a livre demanda auxilia na formação de hábitos alimentares saudáveis do indivíduo na medida em que ele aprende, desde cedo, a regular seu apetite e a se alimentar sem grandes intervalos.

Custa à essa criança cozinhar embaixo de um paninho enquanto se alimenta para satisfazer os olhares discriminatórios de quem, na mesa ao lado, desfruta de sua refeição confortavelmente.

Custa à essa mãe uma batalha perdida de tentar manter um pano no rosto de uma criança maior que não se submete a esse incômodo, fazendo da amamentação um estresse ao invés de um ato natural.

Custa o desestímulo à amamentação prolongada tão importante e necessária para o desenvolvimento saudável do infante. Cobrir um recém-nascido é relativamente fácil. Tente cobrir um bebê maior de 6 meses, ou uma criança de 2 anos. Ouço inúmeros relatos de mães que desmamaram seus filhos maiores porque não conseguiam mais controlar a criança que naturalmente levanta a blusa da própria mãe à procura do peito.

Com toda sinceridade, esses olhares são tão carregados de discriminação e exercem sobre as mulheres um peso tão grande, que não basta apenas conhecer essas verdades para sentir-se livre de seus impactos. Eu mesma não me sinto à vontade amamentando em público com o peito de fora. Não por concordar com a discriminação, mas por não conseguir me libertar dessa pressão. Ainda prefiro roupas que subam e mantenham o peito coberto do que decotes drapeados ou traspassados, mas com a barriga da gestação tá praticamente impossível. E sou uma mulher empoderada e questionadora! Que influência esses olhares tem sobre mulheres que ainda não tem segurança para manter o aleitamento?

O custo é alto para a mãe, para a criança e para a sociedade que se mantém hipócrita com esse tipo de falso moralismo. Amamentar não é imoral, não é indecente. O peito da mulher não é um objeto sexual, não é propriedade do homem apesar da mídia veicular essa imagem. O peito de uma mulher é DELA e é fonte de nutrição, de afeto e de vinculação com seu bebê. Crime é tentar colocar  burca num bebê!

burca

Anúncios

2 comentários sobre “Amamentar em público não é imoral!

  1. Sou contra essa lei idiota, porém, a mulher que amamentar não precisa expor os seios inteiros para dar de mamá! Mulheres, entendam: Seios de fora excita homens! Não é pq tem um bebe ali que eles vão ver de maneira diferente, INFELISMENTE! Aprendam a usar uma toalhinha EM CIMA DOS SEIOS PARA AMAMENTAR, NÃO PRECISA TAPAR O BEBÊ. Isso pode ser feito em qualquer hora e em qualquer lugar!

    Curtir

    • Bem Sheila, eu penso diferente. Se um homem fica excitado com o peito de uma mulher amamentando seu filho, o problema está nele e não nela. Ele deveria se cobrir, uma vez que não é capaz de controlar seus impulsos.
      E sobre o paninho, não sei se vc já experimento, mas eu já e é impossível cobrir os seios amamentando um bebê maior (mais de 4 meses). É uma batalha perdida e torna o ato de amamentar desgastante esse tira e põe de pano.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s